Tireoidite Pós-parto

Tireoidite Pós-parto

A tireoidite pós-parto acomete em média 5% a 10% das mulheres…

A tireoidite pós-parto acomete em média 5% a 10% das mulheres e acontece no primeiro ano após o nascimento do bebê. Com a mudança intensa na rotina, é muito comum que as mães não associem alguns sinais que o corpo produz com alguma uma possível disfunção tireoidiana, por isso é importante que ela esteja atenta a qualquer sintoma e converse com seu médico.⠀

Com o quadro inicial de hipertireoidismo, as pacientes podem sentir palpitação, fadiga e intolerância ao calor, seguida de uma fase de hipotireoidismo, cujo sintomas são alteração na concentração, pele seca, alterações na memória e diminuição de energia. Em alguns casos raros, dor na região cervical.⠀

A tireoidite pós-parto acontece porque durante a gestação, fisiologicamente o sistema imunológico da mulher fica “suprimido”, ou seja, as células de defesa se organizam para não combater o bebê, que é um corpo estranho dentro do organismo da mulher. Após o nascimento, essas células do sistema imunológico voltam a se reorganizar e ocorre um “rebote imunológico”, e é neste momento que as doenças autoimunes podem aparecer. A evolução normalmente é para eutireoidismo, ou seja, as funções da tireoide voltam a sua normalidade, mas algumas mulheres podem evoluir para um hipotireoidismo permanente.⠀

Converse com seu médico endrocrinologista durante a gestação e mantenha sempre seus exames em dia!