Hipoglicemia, Como identificar e cuidar?

Hipoglicemia, Como identificar e cuidar?

A hipoglicemia é um distúrbio causado por baixas concentrações de glicose no sangue. Valores de glicemia ≤70 mg/dL devem ser considerados como um alerta.


⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Os sinais da hipoglicemia são dicas importantes para uma ação preventiva e eles podem variar de pessoas para pessoa. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Normalmente os primeiros sintomas são devido à resposta do organismo à queda de glicose no sangue e são provocados pelos hormônios contra reguladores. São eles: taquicardia, sudorese e tremores. Outros sintomas que podem ocorrer são: tontura, palidez, nervosismo, náuseas e vômitos. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Em casos mais graves, os pacientes podem apresentar confusão mental, mudança de comportamento, irritabilidade, fraqueza, inquietação, sonolência, convulsões, perda da consciência, podendo ocorrer até morte.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O tratamento vai depender do estado de consciência da paciente.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Se o paciente estiver consciente pode ingerir 15 a 20 gramas de carboidratos de absorção rápida ( 1 colher das de sopa com açúcar ou mel, ou ½ lata de refrigerante comum, ou uma laranja, maçã ou pera, ou 3 balas de caramelo). Após a ingestão, deve aguardar 15 a 20 minutos para a resolução dos sintomas.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para casos onde há perda de consciência, não se deve tentar administrar alimentos por boca, pelo risco do paciente aspirar para os pulmões. No máximo pode-se passar um pouco de açúcar nas gengivas da pessoa. A administração subcutânea ou intramuscular de glucagon pode ser realizada. Esse é um hormônio que estimula o fígado a liberar glicose armazenada na corrente sanguínea. Kits de glucagon injetáveis podem ser adquiridos com receita caso seu médico ache necessário.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Caso esta medida não seja possível, O paciente deve ser levado rapidamente ao hospital.